Saúde

Gastrite nervosa: Descubra o que é essa doença, quais seus sintomas e como tratar corretamente!

Nosso psicológico pode influenciar muito em nossa vida, e por isso é comum que pessoas que possuem descontrole emocional, como estresse, ansiedade e nervosismo excessivos venham a sofrer com mais problemas de saúde, podendo até mesmo ter uma gastrite nervosa.

Você já ouvir falar nesse tipo de gastrite? Sabe o que é e quais os sintomas? Pois então esse artigo é para você, pois nele iremos discutir e explicar como tratar as dores no estômago. Continue conosco e tire todas as suas dúvidas!

O que é?

Gastrite nervosa também conhecida como dispepsia funcional é uma doença que embora apresente sintomas muito parecidos com os da gastrite clássica, não causa a inflamação no estômago e surge devido a questões emocionais, como nervosismo, ansiedade e estresse.

É um tipo de gastrite que tem cura e pode ser tratada com mudanças na alimentação e uso de medicamentos com efeito antiácido evitando a azia e o aumento do nervosismo.

Quais são os sintomas da gastrite nervosa?

A gastrite nervosa tem o seu diagnóstico um pouco mais difícil, pois os seus sintomas são muito presente também em outros tipos de gastrite, o que faz com que muitas pessoas confundam a sua gastrite e acabem por fazerem o tratamento inadequado.

A dor ou desconforto no estômago poderá surgir a qualquer momento, e não somente em períodos de estresse ou ansiedade.

Além disso, sensação de enjoo ou de estômago muito cheio, barriga inchada e dolorida, arrotos frequentes, dor de cabeça, mal-estar geral, perda de apetite, vômitos e ânsia de vômito, também fazem parte dos sintomas da gastrite nervosa.

remedio para gastrite

Quais são os remédios para tratar?

Os remédios para gastrite ajudam a proteger o revestimento do estômago, criando uma barreira protetora que diminui a produção de ácido gástrico causador dos sintomas da gastrite como a dor, a queimação, e a má digestão.

Eles são divididos de acordo com a sua classe tendo os:

  • Protetores gástricos

Como o Omeprazol, Nexium, Pariet ou Tecta, que devem ser administrados uma vez por dia ainda em jejum, a fim de criar uma barreira protetora no estômago, diminuindo a irritação e os sintomas da doença.

  • Antiácidos

Como o hidróxido de alumínio, Carbonato de cálcio ou hidróxido de magnésio, que devem ser administrados de 3 a 4 vezes por dia para diminuir a queimação e os demais sintomas.

Eles funcionam por possuírem propriedades que aumentam o PH gástrico que aliviam as lesões sobre a mucosa diminuindo a inflamação no estômago.

No caso da gastrite nervosa o mais indicado é fazer o uso do protetor gástrico antes de qualquer tipo de estresse como entrevista de emprego ou provas.

Porém, quando não é possível prever estas situações, é recomendado que faça o uso dos medicamentos do tipo antiácidos para aliviar a queimação.

gastrite nervosa cha de camomila

Existem chás que ajudam a reduzir a gastrite nervosa?

As plantas medicinais possuem propriedades calmantes capazes de ajudar a proteger as paredes do estômago e também aliviar o sistema nervoso ajudando a lidar com as emoções.

A seguir eu separei uma receita de chá de camomila que irá ajudar a combater a gastrite nervosa.

Ingredientes

  • Uma colher de flores de camomila
  • Uma xícara de água

Modo de preparo

Ferva todos os ingredientes por cerca de 5 minutos, deixe esfriar, coe e beba várias vezes ao dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *